Kombo Candidato

Como Enfrentar Uma Entrevista De Emprego

ANTES DA ENTREVISTA.

É importante ter informações a respeito da empresa (tamanho, produtos e serviços, situação financeira, etc…). É não só uma questão de saber que o processo de seleção é uma “via de duas mãos”, como demonstra seu real interesse pela empresa. Chegar com antecedência não é só uma questão de pontualidade, mas de oportunidade para familiarizar-se com o ambiente, observar o clima e a cultura da empresa e aproveitar também para respirar e relaxar.

DURANTE A ENTREVISTA OU QUALQUER OUTRA ETAPA DO PROCESSO SELETIVO:

  • Aja com naturalidade, mantenha a calma.
  • Faça bom uso da sua atitude corporal.
  • Preste atenção nas perguntas e propostas de atividades, responda-as e participe de forma objetiva e honesta.
  • Transmita segurança e autoconfiança.
  • Demonstre seu interesse e seu potencial.
  • Não tente ser diferente do que você é.
  • Seja autêntico e natural: SEJA VOCÊ MESMO.

Lembre-se não há respostas prontas ou “formulas mágicas” que garantam a conquista de uma vaga de estágio ou de emprego. Há o conjunto dos fatores que você apresentará durante o processo seletivo que estará compatível, e de objetivos que estarão sintonizados com a empresa contratante. Eis os motivos porque é tão importante saber transmitir quem somos, o que queremos e como podemos contribuir com a empresa.

Mas se mesmo assim você se sentir inseguro, tente usar essas dicas que geralmente impressionam o selecionadores:
Nenhum entrevistador vai criar uma série exclusiva de perguntas para cada candidato. Por isso, há meia dúzia de perguntas recorrentes em entrevistas. O candidato deve ser objetivo nas respostas, sem exagerar nem se estender demais. Alguns exemplos de perguntas e respostas:

  1. Fale um pouco sobre você – “um pouco” significa “não mais que dois minutos”.
  2. O que você espera de nossa empresa? – “Oportunidades”.
  3. Qual é seu maior defeito? – “Falar quando é preciso ouvir. Mas estou aprendendo a me controlar”. Uma dica: diferentemente do que a maioria dos candidatos pensa, “perfeccionismo” não é uma virtude que parece um defeito. É um defeito, mesmo. Todo perfeccionista é um mala-sem-alça.
  4. Onde você se vê daqui a cinco anos? – “Nesta empresa. E daqui a dez, também”.
  5. Por que você se considera o melhor candidato para esta vaga? – “Não me considero, mas tenho certeza de que não irei decepcionar”.
  6. Alguma coisa que você queira acrescentar? – “Sim. Gostaria que o senhor me desse um par de sugestões para que eu possa começar meu trabalho com o pé direito”.

APÓS A ENTREVISTA

Muito importante – e praticamente ninguém faz – é mandar uma carta para o entrevistador, no dia seguinte, agradecendo-lhe pela oportunidade da entrevista. Se quatro candidatos foram igualmente bem num processo de entrevistas, essa carta pode ser o fator de desempate. Faça uma análise de como você se saiu. É uma forma de melhorar seu desempenho em novos processos que participar.

Agora é só aguardar o telefone tocar e iniciar mais um desafio.
E se não ligarem, não desista, considere como uma oportunidade, de conseguir um outro desafio.

Fonte: www.artigonal.com – Por: Guilherme Junqueira de Farias