Kombo Empresa

Discutindo o RH

Como avaliar a gestão de recursos humanos? Esse foi o tema de um encontro promovido na última quinta-feira, 23 de outubro, pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) através da regional de São Paulo. Falaram dois especialistas, Rugenia Pomi – diretora executiva da Sextante Brasil e Sergio Monaco – consultor do Hay Group. O encontro reuniu profissionais de RH e por estarem ‘em casa’, como disseram, outros assuntos também foram discutidos.Rugenia começou lembrando que a empresa é uma organização biológica composta por pessoas, que por sua vez são a força da empresa. Para ela as pessoas precisam ser compreendidas como corpo físico, espiritual, emocional e intelectual. “Gente não é despesa, é valor”, ponderou Rugenia, que também disse ser possível mensurar o retorno das ações de RH.

Para ela é importante conhecer a força de trabalho, entendendo sua demografia. Ações como essa podem maximizar o retorno do investimento no capital humano. Rugenia ressaltou que o RH estratégico é aquele que atua com foco na sustentabilidade e está atento aos indicadores como a eficácia organizacional, o abstenceismo e os índices de saúde e segurança.

O consultor Sergio Monaco traçou um paralelo entre o RH de dez anos atrás e o de hoje. Há dez anos o foco estava em remuneração, hoje o foco está em remuneração e desenvolvimento organizacional. Antes, se tinha subsistemas tradicionais de RH. Hoje, o RH atua em cultura organizacional, programas de inovação e sustentabilidade.

Segundo Monaco, o RH passou do treinamento de liderança para um ambiente de aprendizagem. O papel do RH também mudou. Antes, desdobrava a estratégia e hoje ajuda a defini-la. A ação vertical de RH ganhou mais ação com os coletivos, além do RH de hoje ter mais atenção com o cliente externo. O profissional de RH também é diferente se comparado há dez anos. Hoje, existe uma nova geração, menos experiente que há dez anos.

Os novos desafios de RH para o consultor são: sustentabilidade, estruturas virtuais, choque de gestão, falta de talentos, ambiente multicultural e novas tecnologias. Ambos os palestrantes lembraram o bom momento por que passaram as empresas brasileiras, com recorde de lucratividade e conquista de mercados internos e externos. Mas, enfatizaram que há uma crise do atual modelo econômico, o que vai prejudicar o crescimento mundial. Mais um desafio para o novo RH.

Frases…

“O profissional de RH tem sido mais provocador” – Sergio Monaco

“O RH ainda quer grife na hora de contratar” – Rugenia Pomi

“Temos que reinventar o processo” – Sergio Monaco

“A grande questão é como colocar em prática aquilo que a gente já sabe” – Rugenia Pomi

“Hoje se terceiriza muito. Algumas coisas poderiam ser feitas dentro de casa” –  Sergio Mônaco

Fonte: Site revista vocêRH, Toni Mello

18/dez RH 0 comentário
Esse post ainda não possui comentários.
Deixe um comentário

Os campos marcados com um asterisco * são de preenchimento obrigatório

Últimos posts
Como automatizar a divulgação de vagas nas redes sociais 24/10/2017 - Nenhum comentário
Calculando o custo do recrutamento e seleção 31/08/2016 - Nenhum comentário
4 motivos para não receber currículos por e-mail 21/07/2016 - Nenhum comentário