Kombo Empresa

O poder do foco

Sabe aquela hora que bate uma fome? Usualmente, lá pelas quatro da tarde, quando você percebe que esqueceu de almoçar. Aquela sensação no estômago que incomoda, que faz você pensar em si uma coisa: conseguir comida. E aí é um pulo do escritório até a padaria ou banquinha de frutas da esquina. Essa passa a ser sua prioridade e a ela você direciona todas suas ações. Eu poderia usar outro exemplo semelhante, onde só uma coisa domina toda a sua mente, mas não fica bem em um site de família. Vamos ficar na necessidade de comida. Onde você passa a sonhar com aquele pão quentinho, a fumaça subindo, e dentro dele aquele festival de cores e sabores que é seu sanduíche preferido. Ou então aquele chocolate, derretendo na boca… Quantos de vocês estão sentindo fome agora? E que, por causa disso, está dividindo a atenção entre o texto e o estômago? Teve um pessoalzinho aí de São Paulo que até levantou e foi procurar uma bolacha ou barra de cereal nas gavetas.Uma coisa de cada vez – esse é o poder do foco. Ser dominado por uma única coisa, algo que exige que tomemos uma ação imediata. Um líder deve ser dominado por esse único foco em seu trabalho.

A cada hora, a cada momento, focar nossas mentes e energias no assunto que vai manter nossa empresa e equipe funcionando bem, que vai gerar lucros, que vai agradar o cliente. É como diz aquela historinha Zen: um aluno perguntou ao velho mestre qual era o segredo da iluminação e do sucesso.

– Coma quando tiver fome e durma quando tiver sono. – Mas não é isso que todos fazem? – questionou o aluno. – Não. A maioria pensa em milhares de coisas enquanto come e tenta solucionar muitos problemas encostado no travesseiro.

E acabam não fazendo bem nem uma coisa nem outra. Não resolvem os problemas nem dormem bem. Da mesma forma, o líder, que se concentra em dois assuntos ao mesmo tempo, não consegue resolver nenhum. Você pode lidar com vinte, trinta assuntos diferentes em um dia. Desde que o faça um por vez. Sim, podem surgir emergências. Pare de pensar no assunto anterior, concentre-se, tenha fome de resolver a emergência. Depois disso, volte a pensar naquele outro problema.

Treine o seu foco na fome mais importante do momento fazendo-se, constantemente, essas duas perguntas:

» Qual é o assunto que exige mais atenção/é mais importante para o bem da equipe nesse momento?

» O que posso fazer agora para resolver ou, ao menos, começar a tomar uma atitude a respeito disso?

Não se permita pensar “e depois?”, da mesma forma que ninguém, ao almoçar, pensa no jantar. Concentre-se na sua fome de agora, na questão que você identificou nas perguntas acima. É o seu apetite pelo sucesso.

Fonte: Site Redação Liderança,  20/11/2008

18/dez Estratégias 0 comentário
Esse post ainda não possui comentários.
Deixe um comentário

Os campos marcados com um asterisco * são de preenchimento obrigatório

Últimos posts
Calculando o custo do recrutamento e seleção 31/08/2016 - Nenhum comentário
4 motivos para não receber currículos por e-mail 21/07/2016 - Nenhum comentário
O futuro das consultorias de RH 28/06/2016 - 4 comentários