Kombo Empresa

O que está mudando nos serviços de Consultoria para Recursos Humanos?

Nada é permanente na vida e, portanto é sábio nos acostumarmos com a transformação permanente em nosso meio e no mercado. Um dos problemas principais neste contexto é que, as transformações, por vezes são sutis e não as percebemos ou a elas reagimos como e quando seria necessário. Assim, somos literalmente pegos desprevenidos pela mudança e quando nos damos conta, já ficamos para trás.

Tenho ouvido dentre os profissionais de serviços de Consultoria para Recursos Humanos, queixas de que estas mudanças já vêm acontecendo, com nosso principal cliente nas empresas; a área de Recursos Humanos. Acreditam os consultores que estejamos reagindo tardiamente a transformações que se insinuam em nosso ambiente empresarial e/ ou ainda, que estejamos reagindo a elas de forma inadequada. Vejamos que transformações são estas.

Algumas organizações estão realizando o in sourcing de serviços que anteriormente eram realizados por consultores especializados, externos. Ou seja, reabsorvendo em sua estrutura serviços por elas antes terceirizados. Outras estão afastando a área de Recursos Humanos da negociação com o provedor e envolvendo diretamente a área de Compras nas decisões de contratação de consultores especializados em serviços para Recursos Humanos. Há também nas empresas uma forte pressão para obtenção de reduções de preços dos serviços de consultoria de Recursos Humanos.

À primeira vista, estas exigências poderiam indicar insatisfação com a qualidade e custos dos serviços que são prestados pelos consultores. No entanto isto não se confirma quando vemos o enorme crescimento da demanda por serviços de consultoria para Recursos Humanos. Pelo contrário, vemos que há uma expansão de serviços desta natureza, como por exemplo, o uso de serviços de consultoria de Recursos Humanos em atividades de apoio à definição de estratégias de RH.

Mas, há que reconhecer que é preciso urgentemente entender o que é que está por trás destas novas formas de relacionamento e níveis de exigência imposto pelos clientes. Há que revisitar as pontes de relacionamento com clientes neste novo contexto, para continuar a servi-los e encantá-los.

O que está mudando? A área de Recursos Humanos está cada vez mais sofisticada, tecnologicamente mais desenvolvida, melhor articulada para a implementação das estratégias da empresa, menos condescendente e mais pressionada para obter melhores retornos sobre seus investimentos em consultoria. Aliás, estamos plenamente conscientes que as pressões competitivas de nossa economia “mundializada” fazem os nossos clientes sentir-se fortemente exigidos em seu desempenho, qualidade e resultados.

É possível que alguns consultores não concordem com esta realidade e ponto de vista do cliente. Os clientes podem estar considerando nossos serviços como meramente commodities e isto pode estar “mexendo” com os nossos egos e nossas receitas. É natural que, como consultores, lutemos para evitar a redução dos níveis de nossos padrões de profissionalismo. Contudo há algo muito bom em tudo isto. A elevação do nível de exigência pode levar à busca de novos patamares de qualidade de serviços e dos resultados que entregamos ao cliente.

Quando olhamos o passado recente dos serviços profissionais de consultoria para Recursos Humanos, vemos uma história de muita contribuição para o desenvolvimento e resultados das áreas de Recursos Humanos. Portanto, se, nossos clientes estão mudando sua forma e elevando o nível de exigência em suas demandas de serviços, temos diante de nós novas oportunidades.

As perguntas são: Como antecipar novas transformações e criar oportunidades para melhorar nosso relacionamento com o cliente? Como ampliar nossos serviços para melhor atendê-los em suas necessidades?

A verdade é que, como profissionais da mudança, nós e nossos clientes temos muito a ganhar mudando juntos.

Fonte: Site PortalRH, 23/02/2008, Francisco Ramirez

18/dez Consultoria 0 comentário
Esse post ainda não possui comentários.
Deixe um comentário

Os campos marcados com um asterisco * são de preenchimento obrigatório

Últimos posts
Calculando o custo do recrutamento e seleção 31/08/2016 - Nenhum comentário
4 motivos para não receber currículos por e-mail 21/07/2016 - Nenhum comentário
O futuro das consultorias de RH 28/06/2016 - 4 comentários