Kombo Empresa

Empresas nascentes investem em soluções via web para evitar pirataria

Pequenas empresas de tecnologia estão adotando algumas táticas para que o novo negócio não vire um pesadelo. Produtos totalmente via web são apontados como uma solução para se evitar a pirataria de softwares e, consequentemente, grande perda de receitas.

Paula Galvão, sócia da Kombo, explica que sua solução de Gestão de Talentos diminui muito o risco de pirataria, pois a ferramenta funciona na categoria de aluguel de software. “Nesta categoria, comercializamos o acesso ao nosso sistema e não o sistema em si”, salienta. Nesse tipo de negociação, o cliente recebe uma senha a um site de acesso e não um CD ou arquivo com o código para instalar nas máquinas. “Os softwares enviados por CD são facilmente copiados por um hacker”, ressalta Paula.

Segundo a empresária, a Kombo já recebeu algumas solicitações para a instalação de sua solução em computadores corporativos, “porém, quando explicamos o nível de segurança dos servidores e as vantagens deste tipo de negócio, o cliente muda de ideia”.

Já Luiz Daniel Lima está finalizando o desenvolvimento de uma nova solução para gerenciamento de eventos, também via web, para evitar riscos. “O fato de termos o software hospedado remotamente em um servidor praticamente elimina o problema de pirataria”, observa o sócio da Sandbox.

No entanto, Luiz Daniel lembra que não está livre dos males dos hackers, pois podem surgir outros problemas como vírus, que podem levar à perda dos dados dos clientes ou deixar a solução de software inacessível na internet. “Para isso, a escolha de uma boa hospedagem para o software é fundamental”, recomenda.

Bons negócios

Luiz Daniel conta ainda que optou pelo uso da web não só pela pelas questões de pirataria, mas também pelo potencial de novos modelos de negócio, logística reduzida e envolvimento ativo dos usuários nas melhorias do software que as soluções via internet proporcionam.

Na opinião de Paula, além de combater a pirataria, a empresa ganha em agilidade de atualizações e suporte, diminuindo, inclusive, os custos de visitas e infraestrutura para o cliente. “Esta é uma tendência que já virou realidade, é a famosa nuvem da internet. Tudo fica on-line e as pessoas acessam a internet para consultar os dados e realizar as operações”, explica.

Perfil

A Kombo desenvolve o Kombo Gestão de Talentos – software de gestão de recursos humanos para empresas – ferramenta que torna o RH menos operacional e mais estratégico. www.kombo.com.br
A Sandbox, que já desenvolve soluções para mesas interativas multitouch e aplicações ricas para internet (RIAs), está finalizando o projeto do Tangu – software para gerenciamento de eventos. www.sandbox.com.br

Fonte: Fapesc (http://www.fapesc.rct-sc.br/noticias.php?id=648) e Sebrae/SC (http://www.sebrae-sc.com.br/noticias/default.asp?materia=17098), abril de 2009.

29/abr Kombo na mídia 0 comentário
Esse post ainda não possui comentários.
Deixe um comentário

Os campos marcados com um asterisco * são de preenchimento obrigatório

Últimos posts
Calculando o custo do recrutamento e seleção 31/08/2016 - Nenhum comentário
4 motivos para não receber currículos por e-mail 21/07/2016 - Nenhum comentário
O futuro das consultorias de RH 28/06/2016 - 4 comentários